Hoje, é impossível negar as vantagens oferecidas pelo Cloud Computing. Graças à nuvem, é possível desfrutar de mais flexibilidade. Soluções de gestão cloud, como a Logitools, brindam as organizações com toda a informação de que necessitam, aliviando a carga de trabalho administrativo a que estão sujeitas. Dadas as possibilidades, é fácil perceber por que razão a cloud está cada vez mais na moda, mas ainda restam questão relativas à segurança na cloud.

Saiba tudo, neste artigo!

Segurança na Cloud: boas práticas 

Ao optar pelo armazenamento e processamento remoto de dados, as empresas externalizam a informação através da Internet, partindo de um conjunto de recursos pré-existentes e configuráveis. Assim, os recursos são atribuídos ao utilizador (ou utilizadores), rápida e convenientemente, através de procedimentos automatizados que tornam os processos de gestão mais ágeis e eficientes para toda a empresa. No entanto, apesar de todos os benefícios, é importante reforçar o tema da segurança na cloud e dar enfase ao papel dos vários intervenientes!

Ora, para os provedores ou fornecedores de serviços na cloud, as políticas de segurança servem o propósito de assegurar a correta adesão às disposições da lei, protegendo a informação relativa às empresas a quem prestam serviços e aos seus clientes. Isto significa que qualquer provedor de serviços na Cloud deve cumprir os requisitos do RGPD e salvaguardar a segurança dos seus dados, através de sistemas de back-up confiáveis e sistemas de Disaster Recovery. Para além disso, o provedor de serviços deverá conceder-lhe acesso a equipas especializadas e profundamente focadas na segurança dos seus dados: como a equipa de profissionais da Logitools.

Contudo, a segurança na cloud não é da exclusiva responsabilidade do provedor de serviços! Ela também depende das pessoas que trabalham em nome da sua empresa. Falamos de colaboradores, estagiários ou subcontratados. Todos têm responsabilidade no que respeita a proteção dos dados. Assim, a consciencialização dos Recursos Humanos é um passo crucial no sentido de garantir a segurança na cloud. Isto significa que existe a necessidade de instruir a equipa de trabalho sobre determinados comportamentos de prevenção, por exemplo:

1 – Em primeiro lugar, devem ser evitados ataques de malware, através da instalação e frequente atualização de antivírus. Apesar de muitas vezes subestimado, o antivírus é uma das soluções mais importantes para garantir a segurança dos dados;

2 – Todos os colaboradores devem avaliar a origem dos emails que solicitam informação sensível ou são portadores de links para websites não credíveis ou fidedignos;

3 – Sabia que usar uma versão obsoleta do seu sistema operativo pode ser uma “porta aberta” para novas ameaças de segurança? Pois é! Por esse motivo, deve manter o sistema operativo sempre atualizado;

4 – Todas as palavras-passe devem ser atualizadas de forma regular, sendo que na sua definição devem ser tidas em conta determinadas boas práticas. Por exemplo, a palavra-passe deve incluir letras maiúsculas e minúsculas, dígitos e caracteres especiais (~!@##$%^&*-+=’||) {} {} []:;”‘ <>,.? /);

5 – Para proteção da empresa, os colaboradores devem evitar aceder a informação sensível através de redes públicas de wifi;

6 – Tratando-se de uma barreira de defesa que bloqueia o tráfego de dados indesejados no sistema, a Firewall é uma solução que analisa o tráfego de rede e decide se as operações de transmissão ou receção de dados podem ser executadas. Por esto motivo, a instalação de uma Firewall é sempre uma boa opção;

7 – Possibilitando a conexão de computadores em rede, o switch deve ser particularmente protegido. Entre as boas práticas estão a desativação do acesso ao switch ou a monitorização regular do tráfego.

Segurança na Cloud: aspetos a considerar

As soluções de gestão cloud são geralmente mais fiáveis que as soluções on-premises. Basta pensar nas normas de segurança internacionais que os fornecedores de serviços cloud são obrigados a cumprir. No entanto, no momento de escolher qualquer ferramenta ou plataforma cloud, deve considerar alguns aspetos. Entre eles:

Suporte

Opte por um fornecedor de serviços cloud com apoio ao cliente 24/7. É fundamental garantir que tem acesso a suporte técnico na ocorrência de algum problema.

Qualidade

Procure informar-se sobre os níveis de segurança da plataforma ou ferramenta cloud que está a pensar adquirir. Converse ou tente encontrar comentários sobre a experiência de atuais utilizadores e explore todos os mecanismos e funcionalidades disponibilizados pelo provedor.

Escalabilidade

Encontre uma solução cloud capaz de acompanhar e responder às suas necessidades. Uma solução que se adapte às novas exigências do seu negócio, caso seja necessário.

Logitools: para mais segurança e fiabilidade!

Com o Logitools, todos os serviços de manutenção e suporte são confiados a profissionais do sector que, à distância, reduzem o risco de complicações, evitando períodos de blackout. Para além disso, o Logitools detém uma forte barreira de segurança, cumprindo todos os padrões internacionais de segurança – como o ISO e a criptografia avançada.

Experimente já o Logitools!

Fale connosco

Entre em contacto connosco



    facebook.com/logitools

    linkedin.com/company/logitools

    +351 222451554

    Rua Felizardo Lima, 30, 4100-341, Porto, Portugal